O que considerar na hora de mudar de área?

O que considerar na hora de mudar de área?

Escolher uma profissão não é tarefa fácil. Como consequência do nosso sistema de ensino, tomamos essa decisão quando ainda somos jovens demais. Por isso, muitos jovens acabam trocando de faculdade antes mesmo de finalizar o curso. Em outros casos, só mais tarde, se arrependem da escolha e decidem mudar de área profissional. Há também os que trilham uma carreira feliz e de sucesso por anos, mas depois resolveram jogar tudo pro alto e usar a experiência para começar do zero. Seja qual for a situação, mudar de carreira é algo que exige muito cuidado e planejamento.

Existem vários fatores que influenciam na decisão de mudar de carreira.

Um deles é baseado em motivações internas. È quando o profissional já não está se sentindo realizado com seu papel e está totalmente desmotivado. Nestes casos, saber se o incômodo está relacionado à profissão ou à própria empresa pode ser um bom início para vislumbrar uma mudança. Se o problema for com os colegas, cabe uma conversa sincera com o gestor. Talvez algum ajuste já seja suficiente. E se for com a empresa, se torna iminente a busca por novas oportunidades no mercado dentro da mesma área.

Um segundo conjunto são as questões particulares. Situações como a chegada de um filho, a perda de um ente querido, problemas familiares, entre outros, podem influenciar na escolha de mudar os ares profissionais. Em situações como estas, é comum uma pessoa repensar toda a sua trajetória e buscar algo que faça mais sentido para o seu momento atual. É muito importante que a pessoa tenha essa autocrítica para não agir por impulso num momento delicado como este. Uma mudança como essa gera consequências, por isso, deve ser muito bem planejada.

Ainda, temos situações derivadas de fatores externos. Ou seja, as mudanças cada vez mais frenéticas do mundo, com suas evoluções tecnológicas aumentando o número de profissões em extinção é algo evidente. Cargos com tarefas repetitivas e de fácil automação tendem a ser substituídas pelas máquinas e pelas famosas inteligências artificiais. Com isso, é sempre bom os profissionais que ocupam cargos como este começarem a buscar outras alternativas, sempre olhando para dentro de si e levando em consideração os seus desejos, habilidades e anseios profissionais.

Por qualquer que seja o motivo, se você pretende fazer uma transição de carreira, prepare-se para redigir uma lista de prós e contras. O que você tem a ganhar com essa mudança e o que pode perder? Nessas horas, é muito importante contar com apoio profissional. A NVH Human Intelligence oferece especialistas acostumados a lidar com essas questões que podem te ajudar não só a tomar a melhor decisão, mas também se preparar melhor para ela.

Se você estiver decidido a investir em uma mudança profissional, lembre-se que essa decisão não impacta só em sua vida, mas também em seu ciclo social e familiar. É aconselhável uma preparação emocional para os desafios que estão pela frente. Além disso, se possível, seria legal você ter uma reserva financeira. Afinal, a mudança geralmente implica numa redução das receitas e no aumento das suas despesas, já que será imprescindível investir mais recursos em uma nova formação profissional. Os esforços vão depender muito do tamanho dessa mudança. Aquelas que exigirem um novo curso superior, por exemplo, certamente serão as mais desafiadoras.

Agora, se a transição de carreira tiver como foco o empreendedorismo, é imprescindível saber se você tem o perfil adequado. O empreendedorismo requer muitas habilidades, como liderança, organização e jogo de cintura na área comercial. Há vários testes, para você descobrir se tem ou não os requisitos adequados para abrir o próprio negócio. Nesse caso, além de ajuda profissional, você deve buscar apoio em instituições como o Sebrae, que ajudam na orientação de abertura de novas empresas.

Uma coisa que você tem que ter em mente é que toda ação tem seus prós e contras. Avalie cada situação antes de tomar uma decisão para evitar arrependimentos. Continuar numa carreira que não lhe dá mais prazer pode ser um preço muito alto, mas entrar em um novo desafio profissional sem muitas certezas do que se deseja, também.

TOME CUIDADO!
Existem muitas pessoas no mercado vendendo “gato por lebre”. Por isso, na hora de escolher sua orientação de transição de carreira, o ideal é que você procure por uma empresa de confiança que ofereça profissionais qualificados.

Nós da NVH Human Intelligence podemos te orientar sobre este assunto, afinal viemos para suprir a falta de serviços de excelência no mercado de gestão de pessoas. Temos uma visão mais humana, que enxerga em você a capacidade de aprender, evoluir e fazer a diferença. Isso só é possível por sermos uma empresa construída pelas pessoas e para as pessoas. Portanto, ninguém é melhor indicado para falar sobre esse assunto 😉